quarta-feira, 25 de março de 2015

Ostra Cycle - 2015

                  Encontro Internacional de Motociclistas em Rio das Ostras.
                            

     Festa tradicional que será realizado de 25 a 29 de março esta no 20º encontro, reúne em Rio das Ostras cerca de 35 mil motociclistas do Brasil e de alguns países.





Haverá 22 shows de rock em palco montado na Área de Eventos de Costa azul.
O último evento contou com a participação de 55 mil pessoas e foram registradas a participação de mais de 800 moto clubes do Brasil e exterior. Alguns marcaram presença hasteando suas bandeiras conforme imagens abaixo: 


Programação

Quarta-feira (25)
Sede Jaguar do Asfalto Motoclube
20h – Herança do Rock


Sexta-feira (27)
Sede do Ostradeiros Motoclube
17h – Delta Blues Rock Trio


Área de Eventos de Costazul
Quinta-feira (26)
19h – PDA – Pastor Marcílio
20h30 – Road Rock
22h – Contra Turno

Sexta-feira (27)
20h – Initio
21h30 – Sci-Fi
23h – Blody Mary
0h30 – Caravellas
2h – Jane e a Matilha

Sábado (28)
16h – Dona Opala
19h – DKV
20h – Titania
21h30 – Sancturium
0h30 – Diabo Verde
1h45 – Route 69


Palco Roberto Silveira

Sexta-feira (27)
22h – Almanaque 80
0h – Credenciados
Sábado (28)
18h – Tukas Band
20h30 – Made in Rock
22h30 – Apotherock
Domingo (29)
Das 14h às 20h – Festival Ostras Band


Algumas destas maquinas poderáo estar presente no evento.

HONDA

Honda CB 500X (Foto: Raul Zi)

CB 500X
A família 500 vai ser completa no Brasil em 2014, com a chegada da integrante que faltava. Após a naked CB 500F e a esportiva CBR 500R, será a vez da CB 500X, modelo com visual aventureiro que a marca classifica como crossover. Segundo a empresa, as vendas começam no início do ano, ainda sem valor definido. Seu motor é o mesmo bicilíndrico de 50,4 cavalos de 471 cc de toda a linha.



Honda CB 650F (Foto: Rafael Miotto/G1)
Honda CB 650F(Foto: Rafael Miotto)






















                        CB 650F
A Honda ainda não se pronunciou no Brasil sobre a substituta da CB 600F Hornet, a CB 650F, apresentada no Salão de Milão. Fato é que a Hornet como conhecêssemos saiu de linha na Europa e o nome foi, por hora, aposentado. No entanto, a CB 650F possui características diferentes da antiga Hornet, mais mansa, com 87 cavalos de potência. Se a 650F ou uma inédita Hornet “bombada”, de maior cilindrada, vão chegar ao Brasil ainda são mistérios.
Honda CBR 650 F (Foto: Rafael Miotto)

CBR 650F
A exemplo do que ocorreu com a Hornet, sua versão carenada, a CBR 600F, também foi atualizada, passando para CBR 650F. As mudanças visuas são menos acentuadas neste modelo esportivo do que na naked, porém, as novidades técnicas são as mesmas, com a queda de potência e aumento de versatilidade.





Honda CBR 300 R (Foto: Rafael Miotto

CBR 300R

A questão ainda é um mistério: a CBR 250R ganhou novo visual no Japão e em outros países, além da atualização estética, teve aumento de cilindrada, virando a CBR 300R. Qual delas virá ao Brasil ainda é uma incógnita, porém, o modelo atual vendido por aqui tem seus dias contados. Para competir com a Ninja 300, a opção CBR 300 é a mais esperada.

Honda CBR 600rr (Foto: Raul Zito/G1)Honda CBR 600rr (Foto: Raul Zito
CBR 600 RR
Mantendo como base a versão anterior, a esportiva CBR 600 RR foi atualizada, com estreia no Salão de Milão 2012. Fugindo do visual empregado na CBR 1000 RR, a 600 recebeu alterações na estética, que possui estilo retrô. Segundo a empresa, a injeção eletrônica foi reprogramada, trazendo mais linearidade ao conjunto. O modelo foi anunciado no Salão Duas Rodas 2013.

Honda CTX 700N (Foto: Divulgação)Honda CTX 700N (Foto: Divulgação)

CTX 700
O G1 apurou que a Honda deve ampliar a gama 700 no Brasil, composta atualmente apenas pela NC 700X. No exterior existem outras opções e a que está mais próxima é a CTX 700N, como confirmou o gerente comercial da marca, Alexandre Cury. Em relação à estrutura, a CTX se diferencia por ser mais estradeira, como uma versão custom da linha NC. O motor é o mesmo bicilíndrico de 669,6 cc, que, na NC 700X vendida no Brasil, atinge 52,5 cavalos de potência e 6,4 kgfm de torque máximo.

Honda NC 750 X (Foto: Rafael Miotto/G1)Honda NC 750 X (Foto: Rafael Miotto

NC 750X
No Salão de Milão 2013 a linha NC foi atualizada, tendo como principal novidade, a inclusão do motor maior, passando de 669,6 cc para 745 cc, com a potência atingindo 54 cavalos na Europa. Naturalmente, esta evolução deve ser empregada também no Brasil, que conta apenas com a NC 700X, enquanto Europa tem também a versão S e o scooter Integra.







          





YAMAHA:

A Yamaha apresenta a sua moto de 150 cc, a Fazer 150 (nome oficial é YS150 Fazer), que chega em duas versões com diferenças apenas estéticas. Pelo discurso adotado pelos executivos da empresa no lançamento em Sauípe (BA), a Yamaha demonstra disposição para recuperar com esta moto um pouco do terreno e tempo perdidos. No test-drive que MOTONLINE realizou, ficou claro que a Fazer 150 está bem resolvida e tem grande potencial pode agradar a uma ampla fatia de consumidores. Como resultado disso, seus executivos esperam que a nova moto possa tirar a empresa da faixa dos 10% de participação no mercado brasileiro.
No Salão de Colônia do ano passado a Yamaha apresentou um motor de 3 cilindros como uma de suas novidades. Agora chega a primeira moto da marca equipada com motor de três cilindros, a Yamaha MT-09. Uma moto que pelas características está mais para uma streetfighter do que propriamente uma naked.

MT09
O design é despojado e agressivo, com boa lembrança da XJ6-N, como o escapamento bem curtinho e que fica bem no meio sob o chassi. O lançamento da moto no Japão convidou os consumidores a conhecerem “O Lado Escuro do Japão” – the dark side of Japan, o que claramente remete a moto para um sub-segmento das motos streetfighter, que são as naked com estilo mais agressivo e diferenciado, como Ducati Monster, BMW F800R e Kawasaki Z800.
Yamaha MT 09

A novidade desta streetfighter japonesa é o motor de três cilindros, com 850cc e que gera 115 cv de potência a 10.500 rpm e torque máximo de 8,9 kgf.m a 8.500 rpm. O peso de 191 kg deixa claro que a relação peso-potência de 1,6 kg/cv é das mais generosas para quem gosta de acelerar rápido. Ela traz todos os equipamentos que a eletrônica disponibiliza e permite hoje em motos desta classe. A lista vai desde o acelerador eletrônico (YCC-T), passa pelo controle de tração e chega nos modos de condução “D-mode”. A novíssima Yamaha MT 09 tem chassi de alumínio fundido e o câmbio é de seis marchas.


Apresentada nas cores cinza fosco, preto, laranja e azul, a MT 09 deve chegar ao mercado europeu ainda este ano. No Brasil? Quem sabe, com o Salão Duas Rodas que vem aí esta novidade não apareça no estande da Yamaha. Seria uma ótima surpresa para quem gosta da marca e para o mercado brasileiro.


fonte: http://www.motonline.com.br/yamaha-mt-09/


Globo da Morte - O Globo da Morte consiste em uma espécie de uma jaula em forma de esfera de aço onde alguns motoqueiros andam com suas motos por dentro dela.



Salão de motos antigas: 
Você poderá ver algumas destas raridades



2 comentários :

  1. Você sabe responder se este ano terá exposição de maquinas antigas?

    ResponderExcluir
  2. A prefeitura e os moto-clubes que organizam o evento, não mostrou nos seus posts se haveria exposição, mais acredito que há. Ainda não fui ao evento.

    ResponderExcluir